Doutrina Espírita

"Fora da caridade não há salvação"

Comentários:
Foram tocados na palestra, os seguintes elementos: as paixões irresistíveis; o discurso do “querer”; as justificativas para o erro; o observar-se; a caridade moral; o ato de reprimir o mal em nós; o sentido da piedade; dentre outros. Refletir sobre o conteúdo exposto vale muito a pena!

luzdoespiritismo:

image

luzdoespiritismo:

image

luzdoespiritismo:

Perguntam como uma doutrina, que torna feliz e melhor o homem, pode ter inimigos. É natural, explica Kardec. O estabelecimento das melhores coisas choca sempre interesses, ao começar. Como querer que uma doutrina que conduz ao reino da caridade efetiva não fosse combatida por todos os que vivem no egoísmo? 

(Allan Kardec - O que é o espiritismo - Biografia, págs. 38 e 39.)

"

Toda a gente admira a moral evangélica; todos lhe proclamam a sublimidade e a necessidade; muitos, porém, assim se pronunciam por fé, confiados no que ouviram dizer, ou firmados em certas máximas que se tornaram proverbiais. Poucos, no entanto, a conhecem a fundo e menos ainda são os que a compreendem e lhe sabem deduzir as consequências.

"

Allan Kardec. O Evangelho segundo o Espiritismo, introdução.

(via overdadeiroespirita)

luzdoespiritismo:

image

"O consolo que o Espiritismo nos dá não é a proteção fictícia da fé cega, dos sacramento vazios de sentido, do socorro espiritual egoísta, em forma de privilégio injustificáveis, do paternalismo dos sacerdotes profissionais, dos agrados interesseiros de médiuns venais. O Consolador não se manifesta através de prodígios sobrenaturais, mas na forma de esclarecimentos positivos, de revelação científica das leis naturais que até agora olvidamos ou encaramos como crianças choramingas pedindo colo."

— J. Herculano Pires. O Centro Espírita. (via overdadeiroespirita)